Exportações sulistas cresceram 56,39% em outubro

 

Brasília (14 de novembro) – Em outubro de 2013, as exportações da Região Sul cresceram no comparativo com o mesmo mês de 2012, com expansão de 56,39%. A região exportou US$ 6,264 bilhões, o que representou 27,45% das vendas totais do país no período (US$ 22,821 bilhões). Em valores absolutos, a Região Sudeste foi a que mais exportou no mês (US$ 11,157 bilhões), com queda de 0,02% na comparação com as vendas de outubro de 2012 e com participação de 48,89% sobre os embarques nacionais.

A Região Centro-Oeste vendeu US$ 2,021 bilhões em outubro, com redução de 16,80% sobre o mesmo mês do ano passado e com participação de 8,86% nas exportações brasileiras. Na Região Norte, houve crescimento de 0,27% no comparativo das vendas ao mercado externo, que somaram US$ 1,779 bilhão e tiveram participação de 7,80% no acumulado mensal. Os embarques da Região Nordeste (US$ 1,278 bilhão) corresponderam a 5,60% do total exportado pelo país e tiveram retração de 40,53% na comparação com outubro passado.

Quanto às importações, a Região Sudeste foi a que registrou a maior expansão em comparação com outubro de 2012 (24,05%), com compras no valor de US$ 12,696 bilhões. Em seguida, aparece a Região Norte, com aumento de 17,35% e aquisições no valor de US$ 1,695 bilhão. No Sul (US$ 4,904 bilhões), o crescimento foi de 11,55%. A Região Nordeste teve baixa de 2,33% nas importações e registrou compras de US$ 2,758 bilhões no mês. A Região Centro-Oeste adquiriu US$ 973 milhões no mercado externo, com queda de 18,39% em relação a outubro de 2012.

No mês, a Região Sul teve o maior superávit, com US$ 1,360 bilhão, seguida pelas regiões Centro-Oeste (US$ 1,048 milhões) e Norte (US$ 84 milhões). Já as regiões Sudeste (US$ 1,538 bilhão) e Nordeste (US$ 1,479 bilhão) contabilizaram déficits nas transações comerciais mensais.

Estados

O estado brasileiro que registrou o maior superávit na balança comercial, em outubro, foi o Rio Grande do Sul, com saldo de US$ 2,301 bilhões. Na sequência, aparecem os estados de Minas Gerais (US$ 2,213 bilhões), Pará (US$ 1,422 bilhão), Mato Grosso (US$ 933 milhões), e Goiás (US$ 224 milhões). Os estados mais deficitários, no mês, foram: São Paulo (US$ 4,132 bilhões), Amazonas (US$ 1,399 bilhão), Santa Catarina (US$ 874 milhões) e Pernambuco (US$ 501 milhões).

O maior exportador entre os estados brasileiros foi São Paulo (US$ 5,116 bilhões), acompanhado por Rio Grande do Sul (US$ 3,814 bilhões) e Minas Gerais (US$ 3,399 bilhões). Em seguida, aparecem Paraná (US$ 1,706 bilhão) e Rio de Janeiro (US$ 1,690 bilhão).

Nas importações, São Paulo (US$ 9,248 bilhões) foi o estado que mais fez compras no exterior em outubro, seguido de Paraná (US$ 1,773 bilhões), Santa Catarina (US$ 1,617 bilhão), Rio Grande do Sul (US$ 1,513 bilhão) e Amazonas (US$ 1,512 bilhão). Fonte: MDIC


Rua Oscar Sperb, 16 - CEP 93415-395 - Novo Hamburgo (RS)
Telefone: (51) 3396-5100 / Fax: (51) 3396-5101 e (51) 3396-5102
E-mail: comercial@seifo.com.br
2017 - Seifo - Todos os direitos reservados! Desenvolvimento de Sites em Novo Hamburgo (RS) e Vale dos Sinos