Pimentel garante estabilidade econômica e segurança jurídica a investidores

Nova Iorque (25 de setembro) – Em palestra para investidores e executivos de fundos de investimentos americanos, na manhã de hoje, em Nova Iorque, o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, disse que o Brasil é um país de economia aberta e que recebe bem o capital estrangeiro. “As empresas de capital estrangeiro jamais sofreram qualquer discriminação no Brasil”, afirmou.

Para o ministro, a sociedade brasileira preza três princípios básicos que dão segurança aos investidores nacionais ou estrangeiros: democracia consolidada, moeda estável, com combate permanente à inflação e crescimento econômico com inclusão social. “Esse é o retrato atual do Brasil e será o das próximas décadas. Veremos sempre os três valores”, assegurou. Segundo Pimentel, esses valores são resultado de consensos construídos na sociedade brasileira nos últimos 25 anos.

Agora, segundo o ministro, assiste-se agora à construção da unidade nacional em torno da competitividade como uma necessidade da economia brasileira. “A sociedade brasileira busca criar um país competitivo. Isso implica em baixar os custos internos do país, da energia, do trabalho, dos tributos, modernizar a nossa legislação em vários ângulos. E não por outro motivo estamos colocando na rua o maior pacote de concessões públicas da história do país”, apontou. O ministro sustentou que os investidores que forem para o Brasil agora vão se beneficiar dos resultados desse novo consenso.

Ainda durante o discurso, Pimentel lembrou que o menor prazo de concessão previsto no pacote do governo é de 25 anos e disse que, por isso mesmo, é necessária uma reflexão de mais longo prazo sobre o país. Ao comentar os enormes avanços sociais e econômicos dos últimos anos, o ministro observou que “não há nenhum indicador que nos aponte uma reversão nessa trajetória”. “Não vamos andar para trás. O povo brasileiro sabe o que conquistou nesses últimos anos. Somos um grande país e vamos continuar grandes”, disse.

O ministro destacou, ainda, que “não há nenhum exemplo, nem recente, nem mais remoto, de quebra de contrato pelo governo” brasileiro. Pimentel foi um dos palestrantes do seminário "Oportunidades em Infraestrutura no Brasil", promovido pelo grupo Bandeirantes de Comunicação e pelo banco americano Goldman Sachs. O evento foi encerrado pela presidenta da República, Dilma Rousseff. Fonte: MDIC


Rua Oscar Sperb, 16 - CEP 93415-395 - Novo Hamburgo (RS)
Telefone: (51) 3396-5100 / Fax: (51) 3396-5101 e (51) 3396-5102
E-mail: comercial@seifo.com.br
2017 - Seifo - Todos os direitos reservados! Desenvolvimento de Sites em Novo Hamburgo (RS) e Vale dos Sinos